Home

O verbo já não é proibido cá em casa, mas prometo que vou continuar a resistir e fazer tudo para que também tu possas amar este país como eu amo.

Hoje chorei ao ver outros partir. São cada vez mais os que partem, obrigados a aceitar viver longe de todos aqueles que conhecem, longe do cheiro de outono, longe das esperanças que construiram (e que agora foram despedaçadas).

Apesar de vivermos com cada vez mais dificuldades, continuarei a lutar para que possas dar o primeiro passo, para que mergulhes no mar, para que caminhes na areia, para que dês o primeiro chuto na bola, para que aprendas a ler, para que comeces a traçar objetivos aqui. Mesmo que nos matem a esperança, o sonho e o país.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s